Courtesy of Toei Animation

Após o aparente fiasco de audiência da adaptação feita pela NetFlix das aventuras de Spike, Faye e Jet, agora o popular serviço de streaming por assinatura aposta em outro live-action (como são chamadas as adaptações de animações para filmes e seriados com atores reais). A bola da vez (ou seria a vítima?) será o anime produzido pela Toei Animation desde 1999: One piece.

Por que vítima?

O Cowboy Bebop não terminou na Netflix exatamente como terminaram no anime. A Netflix cancelou sua adaptação live-action após a primeira temporada. Por qual motivo?

Cowboy Bebop chegou à Netflix em 19 de novembro e lutou para ganhar força entre fãs e críticos. A série conseguiu uma classificação de 56% com o público e uma classificação de 46% com os críticos do site Rotten Tomatoes.

Essa se tornou uma tarefa complicada para o serviço de streaming. A série original de anime de 26 episódios de Shinchiro Watanabe que estreou em 1998 é considerada por muitos fãs ocidentais do anime como uma obra prima da indústria, se tornando “cult” para uma geração inteira. Embora o elenco tivera críticas positivas do site GameSpot, aparentemente uma estratégia de marketing mal feita pela Netflix pode ter sido a grande culpada pela audiência abaixo da expectativas.

Cowboy Bebop não deu ibope

Embora o show inicialmente tenha tido um bom desempenho, com mais 70 milhões de horas vistas desde sua estréia, a audiência caiu 59% na semana seguinte, e esses números colocaram a atração na linha tênue da “renovação ou cancelamento”, pois 60% de audiência normalmente é o limite estipulado pela Netflix para tal decisão.

Entretanto, esta não é a única adaptação de anime na grade da Netflix. A plataforma anunciou recentemente um novo elenco para sua adaptação do anime criado por Eiichiro Oda: One Piece.

Se esse cancelamento afetará as aventuras de Luffy? isso não sabemos. A Netflix anteriormente também adaptou o popular anime Death Note em um filme live-action. Aparentemente as adaptações de anime tem sido um grande desafio para produtores e diretores ocidentais. Filmes como Dragon Ball Evolution (2009) e Ghost in the Shell – Agente do Futuro (2017) também se vêem envoltos em polêmicas e debates acalorados entre críticos de cinema e fãs das séries de anime.

Aliás…isso me fez lembrar das famigeradas adaptações para o cinema de Double Dragon (1994), Street Fighter – A Última Batalha (1994) com Jean-Claude Van Damme no papel de “Guile” e Super Mario Bros (1993), entre muitas outras. A propósito, isso rende assunto para outra postagem. 😄 😅 😆

P.s: A Netflix ainda não revelou qualquer data de lançamento para a série live-action de One Piece,

E você? de quais adaptações você se lembra? de quais você gostou? de quais não gostou tanto assim? Deixa nos comentários! 😉😉😉

By Isla

Gostou do nosso trabalho? Clique aqui e contribua antes que seja tarde!