Fonte: Netflix

“Temos exatamente seis meses, dez dias, duas horas, 11 minutos e 41 segundos, até que um cometa com o dobro do tamanho do Chicxulub rasgue nossa atmosfera e acabe com toda a vida na Terra.”

Com esse enredo pouco ou nada original, o mais novo filme do diretor Adam Mckay “Não Olhe Para Cima”, definitivamente aparenta ser mais um enlatado norte-americano para fazer você tirar o dinheiro do teu bolso e ir aos cinemas né? (nesse caso, pagar por uma assinatura da Netflix)

A Trama

Um professor universitário interpretado pelo ambientalista, ator, desenhista piloto de avião Leonardo DiCaprio está a lecionar quando a sua aluna doutoranda Kate Dibiasky, interpretada por Jennifer Lawrence (The Hunger Games, X-men, etc), descobre um cometa em rota de colisão com a Terra… e aqui a trama toda se inicia. Até aqui nada novo, de novo… não é mesmo? 😜😜

Em meio a uma enxurrada de críticas negativas (como qualquer coisa que ganhe certa popularidade) eu trago aqui 3 motivos para você não dar ouvidos ás criticas e assistir ao filme. Pode até não ser um filme inovador, porém é definitivamente conveniente e vale o “passatempo”, afinal: lá fora ainda há uma pandemia.

Abaixo eu explico porque “não olhar pra cima”. (Ba dum tss)

1.Calma, é só o fim do mundo

Mais do que abordar ao tema “fim do mundo”, muito além do que apenas mais um filme sobre algo que foi, é, e para sempre será abordado pela humanidade ao longo dos milênios, “Não Olhe Para Cima” é uma sátira do momento em que o mundo está, onde o negacionismo, desinformação e a politização exagerada de temas que aparentavam já terem sidos superados voltam à tona no século XXI.

2. Um monte de nome consagrado

Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Jonah Hill, Cate Blanchett, Chris Evans (Capitão América), Ron Perlman (HellBoy, Sons of Anarchy, etc), Melanie Lynskey, e muitos outros nomes de peso…motivo de sobra né? formam o elenco de estrelas desta comédia/catástrofe de Adam McKay (Anchorman, The Big Short, Ant-Man, Vice, etc).

3. Arte imitando a vida?

O Filme indicado a quatro categorias do Globo de Ouro 2022, incluindo Melhor Filme de Comédia e Melhor Roteiro conta com cinco atores vencedores de Oscar e mostra de forma escrachada toda estupidez humana em um filme só. No filme (e apenas no filme), certo? 😉😉😉

Além disso, a ciência só é usada quando pôde virar ferramenta política/populista, enquanto a maioria da população paga com a vida o custo da incompetência e do descaso de uma minoria que está no poder (ja ouvi essa história em algum lugar…). 🤔🤔🤔

Fonte: Netflix

Resumo: mesmo sendo um enlatado estadunidense clichê, não deixa de valer a pena assistir a essa comédia da vida “Como ela é?”, e de certa forma se reconhecer um pouco nesse “circo dos horrores” que as vezes (só às vezes) é a humanidade.

By Isla

p.s: A cratera Chicxulub é uma antiga cratera de impacto soterrada de baixo da Península do Iucatã, no México. O impacto aconteceu há 66 milhões de anos e esta associada com a extinção de numerosos grupos de animais e plantas, incluindo os dinossauros.

Gostou do nosso trabalho? Clique aqui e contribua antes que seja tarde!