Rock Mineiro com um jeito Japonês? ou seria Rock Japonês com sotaque mineiro?

Ou simplesmente: “J-FORA KEI” (J-フォーラ系). Esse foi o título dado à produção independente que conta como o visual kei trouxe um significado diferente às vidas de jovens Brasileiros na cidade mineira de Juiz de Fora.

Dirigido por Leonardo Amorim, Pesquisa por Marcos Vinícius e Arte Gráfica a cargo de Gabriel Patrocínio, o “J-FORA KEI” nos apresenta de forma dinâmica à história de um grupo de amigos que compartilhavam o mesmo interesse pela cultura pop Japonesa e portanto decidiram formar bandas e compor canções no idioma da “terra do sol nascente” criando assim uma cena musical incomum na cidade e totalmente inspirada no Visual Kei e no rock Japonês (a.k.a J-Rock).

O documentário conta com os relatos de Luiz Felipe a.k.a “Master”, Thais (Ex-Vivid Colors), Kuro e Kinsei (Ex-Dreizehn XIII), Sat (Ex-Sh.U.Ra e atual Izanagui) e Yoh (Ex-H.Y.D.R.A, Age of Grotesque).

O que é o Visual Kei?

Visual kei (ヴィジュアル系, bijuaru kei?, “linhagem visual” ou “estilo visual”), ou Visual Rock, é uma subcultura que surgiu no Japão da década de 1980. Consiste na mistura de multiplas vertentes musicais do Rock (como heavy metal e punk), e muitas vezes de referências à música clássica Européia.

Algumas bandas consideradas as idealizadoras do movimento são: X JAPAN, D’ERLANGER, DEAD END e BUCK-TICK.

Participação em festivais

O documentário teve a sua estreia dia 27 de Outubro no Festival de Cinema “Primeiro Plano” (2017), e também participou do KINOLIKBEZ X (2019) – Festival de Documentários em São Petersburgo, Rússia. O material está disponível gratuitamente no Youtube com legendas em inglês, japonês e russo.

p.s: Há também um álbum digital com a trilha sonora utilizada disponível para DOWNLOAD GRATUITO. É só conferir no link abaixo.

By Isla

Fontes: 1. https://universojapanesemusic.wordpress.com/2018/08/19/documentary-j-fora-kei-j-%E3%83%95%E3%82%A9%E3%83%BC%E3%83%A9%E7%B3%BB/

2. https://whiplash.net/materias/news_741/322646.html

Gostou do nosso trabalho? Clique aqui e contribua antes que seja tarde!